Em Destaque

Bombeiros de Vidago: Uma nova viatura benzida e Crachá de Ouro para 2º Comandante

 

Fundada a 15 de setembro de 1967, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vidago celebrou o seu 47.º aniversário, num dia particularmente preenchido com  inúmeras cerimónias de comemoração da efeméride, afinal quase meio  século a salvar vidas e a apagar fogos não é para todos.

 

Numa cerimónia simples que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Chaves António Cabeleira, do Comandante José Morais dos Bombeiros Voluntários de Paredes em representação da Liga dos Bombeiros Portugueses, do Comandante distrital da Autoridade Nacional de Proteção Civil Álvaro Ribeiro, do representante da Federação de Bombeiros do Distrito de Vila Real Albano Maio, Membros das Juntas de Freguesia da área de intervenção entre outros convidados, comandantes e dirigentes das Associações de Chaves Flavienses, Salvação Pública e Voluntários de Boticas.

 

O hastear das bandeiras e a romagem ao cemitério para homenagear os bombeiros, diretores e sócios  já falecidos abriram o programa comemorativo deste 47º Aniversário,

 

As comemorações do 47º Aniversário dos Bombeiros de Vidago, prosseguiram com a habitual Missa Solene na Igreja Matriz, por sufrágio dos Bombeiros , dirigentes, sócios e todos aqueles que de contribuíram, para esta nobre causa,  já falecidos finda a qual se procedeu a imposição de divisas ao Bombeiros de 1ª classe José Zeferino Pinto Teixeira.

 

O 2º Comandante Manuel Cesar  foi, no decorrer da cerimónia, agraciado com a mais alta das distinção atribuída no universo dos bombeiros portugueses: o Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses e que lhe foi imposta pelo Presidente da Camara Municipal de Chaves, Cmdt José Morais vogal executivo da Liga dos bombeiros Portugueses e o Presidente da Direção dos B.V. Vidago. O 2º Comandante da AHBVV disse sentir-se “honrado com tal distinção” que não considera “um prémio seu, é mais um estímulo do trabalho desenvolvido ao longo destes 47 anos.

 

As comemorações do 47º Aniversário dos Bombeiros de Vidago prosseguiram com a à bênção e respetivo "batismo" de uma nova viatura, apadrinhada pelos, Vidaguenses Rafael Pereira e Joana Teixeira radicados nos EUA, que propositadamente se deslocaram a Vidago para apadrinhar esta nova viatura.

 

Seguiu-se o tradicional almoço convívio num Hotel da Vila, no final do qual foi cortado o bolo de aniversário e cantados os parabéns à Associação,

Durante o almoço usaram da palavra várias entidades, com os discursos a serem marcados pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos bombeiros de Vidago ao longo destes já longos 47 anos e cujo empenho e dedicação tanto têm contribuído para a melhoria das condições de segurança e socorro das populações.

 

O comandante Interino da Corporação, Manuel Cesar, mostrou-se “orgulhoso” pelo trabalho realizado, evidenciando que os bombeiros “são sempre o pilar da instituição”, realçando que, “mesmo em momentos difíceis, não deixam de servir a instituição com coragem, empenhamento e dedicação, sempre com a preocupação de prestar o melhor socorro e lutar pela defesa de pessoas e bens”.

Preocupado em manter sempre um socorro rápido e de qualidade, o comandante dos BVV também se referiu à aposta formativa como forma de “evoluir cada vez mais e prestar um melhor serviço à população,

 

Em dia de festa e de mais um aniversário, o presidente da AHBVV, Francisco Oliveira, também se mostrou orgulhoso pela corporação ser “cada vez mais reconhecida e elogiada, apresentando um trabalho notável que deve merecer o aplauso de todos, desenvolvendo uma missão nobre e altruísta, ao serviço da comunidade”. Realçou também, “neste momento de dificuldades acrescidas”, a continuidade de gestão rigorosa e cuidada que “tem permitido” levar “o barco a bom porto” e garantir a estabilidade e a sustentabilidade financeira que a instituição apresenta. Francisco Oliveira, aproveitou a ocasião para lembrar  as dificuldades e os problemas que os Bombeiros de Vidago enfrentam, à semelhança do que acontece com as outras corporações dos bombeiros do distrito,. Ao mesmo tempo, não deixou de lembrar todos aqueles que, direta ou indiretamente, têm colaborado com os Bombeiros de Vidago, possibilitando, apesar de todas as limitações, que estes continuem a prestar à comunidade um serviço condizente com as suas necessidades. O Presidente da AHBV Vidago sublinhou ainda que, "neste momento, fruto da chegada de uma nova viatura, adquirida pela própria corporação, os bombeiros de Vidago estão melhor equipados para prestar um melhor serviço ás populações. Contudo, há agora a necessidade de adquirir uma viatura para combate a incêndios florestais, já que a única que se encontra ao serviço dos bombeiros está praticamente em final de linha pois já tem 20 anos. Referiu-se ainda à sustentabilidade dos Corpos de Bombeiros que é o seu financiamento, prometido há anos pelos sucessivos governos, deixando algumas sugestões.

 

Comandante Operacional Distrital de Vila Real Álvaro Ribeiro, elogiou o trabalho desenvolvido pelos Bombeiros de Vidago, felicitou a Associação por mais um aniversário e agradeceu o convite para estar presente na efeméride. Aproveitou para homenagear ”as mulheres e homens que quotidianamente são protagonistas de histórias de coragem, abnegação e altruísmo”. Destacou as várias ações realizadas, durante este ano, pelos BVV, “Estes valores traduzem o rigor e a exigência emanada pelo vosso comando, a vossa qualidade tem sido inequivocamente demonstrada e encoraja-nos a perseguir o esforço contínuo de aperfeiçoamento de competências, nomeadamente a nível operacional”. Realçou que este trabalho “ não seria possível sem a prestimosa colaboração e dedicação dos elementos desta direção e do seu presidente, que com empenho, competência e rigor tem sabido apoiar o corpo ativo, dando melhores condições a este corpo de bombeiros”. Terminou expressando o meu agradecimento e orgulho como Comandante distrital da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pela entrega destes homens e mulheres às causas humanitárias”.

 

Na sua intervenção, o presidente da Camara Municipal de Chaves António Cabeleira evidenciou a sua satisfação de ver a corporação Vidaguense “cada vez mais forte, dinâmica e ativa” e  congratulou-se com a efeméride, realçando também o papel “importantíssimo dos Bombeiros Voluntários na sociedade civil”, evidenciando o notável trabalho desenvolvido pelos Voluntários de Vidago, quer ao nível de serviço de socorro, quer do esforço que é feito, de forma permanente, em matéria de segurança de pessoas e bens, também enquadrado no âmbito da proteção civil, da qual é o responsável concelhio. O edil deu ainda ênfase à “missão altruísta da corporação e ao abnegado trabalho desenvolvido por esta associação humanitária há mais quatro décadas de existência”, caracterizando a associação como uma instituição “reconhecida e respeitada em todo o lado, não só pela sua grandeza, mas pelas provas dadas ao longo do tempo, em muitas situações de socorro, auxílio e apoio junto da comunidade Flaviense e concelhos limítrofes. Considerando que os bombeiros de Vidago primam a sua ação pela “qualidade e excelência”, recordou  o percurso notável “desta gente de valor e de grande nobreza, que dá o melhor de si em prol dos outros, e com grande dedicação tem  prestigiado a instituição ao longo dos anos”. Elogiou ainda a forma como se aposta e valoriza o voluntariado, sendo a formação um fator de motivação para todos, nomeadamente para aqueles que agora ingressam na carreira, a quem deixou uma mensagem de esperança e de incentivo, “porque ser bombeiro é ser herói e estar ao serviço de quem precisa”. E diga-se em boa verdade que não é bombeiro quem quer.

 

"Fotos"

 

"Facebook"

 

 

 

 

Política de Privacidade

Todos os Direitos Reservados para os Bombeiros Voluntários de Vidago, AVª Conde de Caria, 2 - 5425-307 Vidago