Em Destaque

 Bombeiros de Vidago: Novo Comandante tomou posse

Bruno Miguel Carvalho Henriques um jovem  e antigo bombeiro da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública de Chaves, é com 33 anos de idade, o novo líder do Corpo de Bombeiros de Vidago.

 

Perante um salão cheio de entidades, convidados, Comandantes e Órgãos Sociais de diversas corporações do distrito e população, Bruno Miguel Carvalho Henriques afirmou ter "muito orgulho e motivação para desempenhar este cargo”. “Estou aqui por convicção, gosto muito  de ser bombeiro e só posso prometer a minha dedicação e trabalho", acrescentando que continuará  sempre a trabalhar para o bem da corporação. Bombeiro desde 1998, o recém empossado comandante já estabeleceu os "objetivos prioritários": "a operacionalidade do Corpo de Bombeiros, as condições de trabalho e a formação continua dos seus elementos.

 

Bruno Henriques, na cerimónia de posse ocorrida no salão nobre da Associação, mostrou-se confiante e disponível, dizendo-se ciente dos desafios que o aguardam. No seu discurso de posse, as suas primeiras palavras foram dirigidas para os homens e mulheres que hoje passou a comandar.

 

Espera-me, estou certo, mais trabalho, do qual não tenho qualquer receio nem com o qual me sinto especialmente preocupado. Espera-me mais empenho, coisa que para tal não me falta vontade e motivos para dar mais ainda de mim próprio do que dei até esta data. Espera-me, sobretudo, mais responsabilidade. Mais responsabilidade no cumprimento dos direitos e obrigações que se esperam de uma instituição como a que honramos ao servi-la como bombeiros, mais responsabilidade por saber quão alto é o estatuto que esta associação e o seu corpo operacional granjeou ao longo da sua existência, mais responsabilidade, acima de tudo, por me caber a mim, agora, a tomada de decisões na direção de um corpo de bombeiros como aquele que aqui temos.

 

Assim, a responsabilidade que passa a caber-me, a partir de hoje, é uma responsabilidade coletiva. É minha, mas também é vossa, de todos os bombeiros desta corporação. Mas a julgar pela pouca experiência que tenho na vida desta instituição, vocês saberão responder com eficácia, empenho e dignidade a este compromisso.

 

Se em tempos de dificuldade são capazes de fazer o que fazem, de mostrar e dar o melhor de vós, mesmo quando as dificuldades pessoais ameaçam sobrepor-se aos deveres de bombeiros, estou certo, então, que juntos conseguiremos levar este barco a bom porto. Se é verdade que as condições económicas, financeiras e, por consequência, sociais por que o país atravessa fazem antever que o comando desta corporação não terá a vida facilitada, não é menos certo que estou um pouco menos preocupado pelo facto de saber que a meu lado estarão homens e mulheres que já deram, e continuam a dar, provas que são capazes de mais e melhor. Não tenho dúvidas que esta é uma tarefa difícil, mas que não tem outro destino que não seja a de ser superada com empenho, confiança, dignidade e um sentimento profundo de solidariedade e de serviço público.

O novo Comandante, agradeceu à Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vidago a confiança e a responsabilidade que lhe depositam nas mãos.

 

Agradeceu á família por terem sabido fazer dele o homem que hoje é. Pois sem o seu apoio e incentivo, hoje seria, certamente, um homem menos feliz, menos capaz de apreciar os amigos, a família e esta pequena grande comunidade que é Vidago.

Quero agradecer á Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública de Chaves pois foi ali que amadureci e aprendi o que é ser solidário. Ali mostraram-me que há valores que nos moldam a temperança, a personalidade e nos fazem mais amigos dos outros. Foi ali, no meio de tanta gente boa que aprendi a olhar primeiro para os outros e depois para mim. O serviço público é isso mesmo. O serviço público depende disso mesmo. A participação na vida desta instituição foi um privilégio do qual me sinto agradecido por ter podido beneficiar. Uma casa que será também sempre a minha casa.

Por fim, à população, posso apenas prometer trabalho e empenho, mas contando sempre com a vossa preciosa colaboração especialmente para dar apoio aos nossos homens e mulheres nos momentos mais complicados.

Naquilo que de mim depender, terão em Vidago um comandante empenhado no serviço público, solidário e voluntariamente profissional, porque todos vocês merecem.

Com esta promessa, e de coração pequenino e embargado pela emoção, deixo um último agradecimento pessoal e em nome de todos os bombeiros de Vidago, muito obrigado a todos os presentes.

 

Francisco Oliveira, Presidente da Direção, usou da palavra para em primeiro lugar agradecer a todas as entidades e a todos os convidados pela sua presença nesta cerimónia

Estamos aqui hoje reunidos, para viramos mais uma página da história da nossa jovem Associação, somos o irmão mais novo dos três existentes no concelho: O irmão mais velho tem 126 anos, são os Bombeiros Flavienses; Seguem-se os de Salvação Pública com 79 anos e nós, os mais novos, ainda na ternura dos quarenta.

 

Somos efetivamente uma Corporação Jovem, mas já demos provas de que somos capazes e temos dado o nosso contributo às populações: Estamos tecnicamente operacionais, preparados e equipados, como o equipamento possível, para o cabal exercício de várias missões: O socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes, catástrofes ou calamidades; O socorro e transporte de sinistrados e doentes, incluindo a urgência pré-hospitalar; A colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que lhes forem cometidas.

 

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Vidago, desenvolve a sua atividade em 11 freguesias, no total de 29 povoações, a sul do concelho de Chaves, Distrito de Vila Real, ou onde lhe for solicitado pelo CODIS. Como disse, somos jovens mas temos provas dadas, com muito trabalho, sacrifício, dedicação, empenho, rigor e perseverança, temos conseguido o reconhecimento, pelas diversas Instituições, públicas e privadas, nomeadamente:

 

Posto isto caro Comandante BRUNO HENRIQUES, a partir de hoje depositamos em ti toda a confiança e esperança para que possas continuar a dignificar não só os bombeiros de Vidago, mas também os bombeiros do PAÍS, tens o nosso incondicional apoio, pois o teu sucesso, será o nosso e quem ganha são as populações que servimos.

 

És jovem, mas já com 16 anos de bombeiro e provas dadas.  Não é bombeiro quem quer, não é a farda que faz o bombeiro,  mas sim o grande coração humano que bate dentro de nós é preciso ter muito mais do que um sonhos, é preciso ter coragem para ir onde ninguém quer ir, para por em risco a vida por pessoas que nunca se viu; é preciso ter sangue-frio para manchar a farda com sangue das mesmas pessoas que ontem criticavam as nossas ações e zelar pelas sua vida como sendo a mais importante de todas, é preciso saber que a mesma mão ensanguentada que se estende em busca de socorro, dificilmente virá a estender-se de novo em sinal de agradecimento.

Para finalizar Um agradecimento especial aos nossos bombeiros e suas famílias, pela forma com têm sabido cumprir a sua nobre missão e de um modo geral a todos sem exceção que ao longo da nossa história nos têm ajudado na nossa missão, VIDA POR VIDA, é assim que temos pautado a nossa conduta durante os quase 48 anos da nossa existência.

 

Palavras de parabéns, incentivo e estímulo ecoaram no salão Nobre dos Bombeiros de Vidago por parte do comandante do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real, Álvaro Ribeiro, do presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Vila Real, José Pinheiro e de Gil Barreiros Vice-Presidente do Comissão Executiva da Liga dos Bombeiros Portugueses, que, recordando o percurso de Bruno Henriques nos Bombeiros, afirmou: "estamos garantidos que vamos ter comandante para levar a bom porto esta corporação".

 

Por sua vez O presidente da Camara Municipal de Chaves Arqtº António Cabeleira, como máximo responsável pela proteção Civil Municipal após cumprimentar todos os presentes sublinhou. Senhor Comandante vai a partir de hoje comandar um corpo de voluntários o que exige um esforço fantástico. Desejo-lhe por isso as maiores felicidades pessoais e profissionais, extensíveis a todos os elementos desta corporação.

 

Como Presidente da CMC quero realçar o papel importantíssimo dos bombeiros voluntários na sociedade civil, evidenciando o notável trabalho desenvolvido pelos voluntários de Vidago.

 

Senhor Comandante vai comandar uma corporação que ao longo da sua existência de mais de quarenta décadas tem protagonizado um trabalho abnegado. Esta instituição é reconhecida e respeitada em todo o lado, não só pela sua grandeza, mas pelas provas dadas ao longo do tempo, em muitas situações de socorro, auxilio e apoio junto da comunidade Flaviense e concelhos limítrofes.

 

A finalizar, enquanto Presidenta da Camara Municipal de Chaves, quero, neste singelo depoimento, sublinhar e relevar ao mais alto nível, o imenso reconhecimento e agradecimento devidos pela Camara Municipal á disponibilidade sempre demonstrada e colocada ao serviço da comunidade, ás lições de coragem, disponibilidade e solidariedade que todos os dias recebemos das mulheres e homens que dão corpo aos Bombeiros de Vidago. Estou certo que nesse reconhecimento e nesse agradecimento se reveem, com fidelidade e nas sua máxima extensão, todos os cidadãos do concelho.

 


QUEM É O NOVO COMANDANTE: 

Bruno Miguel Carvalho Henriques, é natural de Mondim de Basto e tem 33 anos de idade. Iniciou-se como Bombeiro Voluntário no Corpo de Salvação Pública em Chaves em 1998,e em 2013 já tinha sido promovido a Sub-Chefe. No âmbito dos bombeiros, está habilitado com os seguintes Cursos:

Curso de Unidades Autónomas de Gás e Redes de Distribuição e Redes de Utilização; Curso Salvamento e Desencarceramento; Curso Tripulante de Ambulâncias de transporte (TAT) Curso Tripulante de Ambulâncias de Socorro (TAS); Curso Suporte Básico de Vida (DAE para Profissionais de Saúde AHA; Curso treino Operacional Chefes de Equipa de Combate a Incêndios Florestais, (1º. COS).

É ainda formador da Escola Nacional de Bombeiros em; Combate a Incêndios Urbanos e Industriais e em Salvamento  Grande Angulo. Possui ainda o Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores

 

"Ver Fotos"

 

"facebook"

 


 

 

Política de Privacidade

Todos os Direitos Reservados para os Bombeiros Voluntários de Vidago, AVª Conde de Caria, 2 - 5425-307 Vidago