Em Destaque

 

 

Simulacro de  Fuga de gás testa bombeiros

 

As instalações de distribuição de gás da GALP Energia, localizado entre Vidago e Pedras Salgadas, foi palco no passado dia 4 de Abril de um simulacro que teve inicio por volta das14h30 com um som estridente das sirenes das viaturas de bombeiros que avançaram após dado o alarme.

Corpo de Bombeiros de Vidago participou em um exercício de incidente de fuga de gás no depósito da GALP Energia, com o objetivo de reforçar os trabalhos de emergência e a comunicação do mesmo em caso de sinistro, que teve bons resultados e que quase alcançou os objetivos previstos. (dizemos quase porque á necessidade de rever os canais de comunicação).

 

O exercício simulou uma fuga de gás num camião cisterna que abastecia o depósito  que rapidamente se propagou-se. A equipa de segurança da empresa deteta a fuga de gás e  dá o alerta para o 112, que por sua vez comunica ao CDOS, que de imediato acionou o plano de emergência para esta natureza de sinistros. Após a chamada, o Corpo de Bombeiros de Vidago avançou para o local com 4 viaturas de combate a incêndios, uma ambulância de emergência e 17 elementos.

Um trabalhador sentiu-se mal por ter inalado o gás e teve que ser resgatado pelos bombeiros. A vítima foi o motorista do camião cisterna que estava numa operação de descarga quando ocorre o rebentamento de uma das mangueiras. Ao tentar carregar na válvula de emergência, escorrega devido ao gelo provocado pelo gás, que se encontra a uma temperatura de 160 graus negativos. O trabalhador, viria a ser retirado do local pelos bombeiros que antes de entrar na zona afetada, tiveram de se proteger a si próprios, sem esquecer as garrafas de oxigénio.

 

O simulacro durou cerca de 30 minutos. Ambas as partes irão realizar periodicamente  simulacros semelhantes, que tem por finalidade essencial testar a capacidade de resposta e o mecanismo de comunicação em situações de emergência. Reforçar a técnica de operação de veículos e dos bombeiros em ambiente real e elevar a eficácia do socorro em operações de emergência.

Segundo o responsável pela segurança da Galp Energia, empresa fornecedora de gás natural, nunca aconteceu em Portugal uma fuga de gás numa Unidade Autónoma de Gás Liquefeito, no entanto, há sempre uma percentagem de risco. Nesta perspetiva, a empresa promove ações de sensibilização e simulacros nas regiões onde possui reservatórios para prevenir qualquer eventualidade.

O transito na EN 2 esteve cortado durante o exercício que durou aproximadamente 30 minutos. A GNR de Vidago esteve no local.

 

 

     
 
     
 
     
 
     
 
     
 
     
 
     
 
     
 
     

 

 

Política de Privacidade

Todos os Direitos Reservados para os Bombeiros Voluntários de Vidago, AVª Conde de Caria, 2 - 5425-307 Vidago